abril 21, 2009




Chorando as Cebolas

As vezes na vida é preciso juntar os cacos, encher os pulmões de ar para então começar a se montar novamente, recomeçar faz parte da vida!

Mudar de planos por que alguém simplesmente mudou de idéia e só te avisou nos 46 dos segundo tempo é uma merda mesmo. E isso pode ser bem doloroso, mas não é fim do mundo! Mas se não fosse assim de que valeria o tal livre arbítrio!?!

É impressionante como as pessoas não entendem que simplesmente você quer ficar sozinha, que não é por que o fulano ou o sicrano esta te cortejando que você tem que cair aos seus encantos!
SIMPLESMENTE É PRECISO FICAR UM TEMPO SEM SE ENCANTAR!!
Ser solteira é uma arte, porque as pessoas que te gostam sempre acha um absurdo uma pessoas com boas qualidades simplesmente querer ficar só!
É irritante o fato de você sair e as pessoas ficarem querendo te apresentar o um amigo, o irmão, o primo, o veterinário do papagaio da vizinha da tia velha!
Sei que o tempo passa rápido, mas não estou na janela vendo a banda passar, estou apenas escutando a banda tocar, enquanto isso me ocupo de mim mesma!
E me deixem com as minhas cebolas, que inclusive afastam qualquer pretendente!;)

4 comentários:

Yussef disse...

Estar a sós consigo própria é um direito teu.
O engraçado que nesse feriado acabo de ler um outro texto sobre "estar a sós" em outro blogue e ficou claro que as pessoas têm dificuldade nisso porque o grupo social cobra que não se pode ficar só.
Muitas vezes ficar a sós é uma oportunidade para um saudável mergulho em nós mesmos.
Sarita já me falou sobre isso.

Bom texto e boa reflexão.

Gostei do teu blogue e voltarei sempre que eu puder.

Abraços

Mário Liz disse...

em primeiro lugar, os benefícios da cebola são científicamente comprovados ao coração. Saio aqui em defesa das cebolas... se belas cebolas não estivessem às nossas mãos, o que seria do arroz? ou do bife? ... tudo vai cebola! (Até mesmo nos ícones de consumismo como a deliciosa Rufles cebola e salsa). É isso mesmo: CEBOLA e salsa. Eu disse CEBOLA!!!
E com relação ao amor, é mesmo certo cada métafora expressa neste texto "cebolístico" e "intenso" escrito pela nobre "Su". É bem verdade que sempre estaremos aptos ao amor, mas Ele, há de nos aparecer por força da vida e não por mãos de outras pessoas que assim nos querem ver amando...

como diria Drummond: "Amar se aprende Amando"

(e este gerúndio nasce no coração e não na razão alheia.)

valeu por visitar meu blogg ... esteja sempre à vontade lá.

grande bju


Mário Liz

Gisele disse...

Saudade de você, minha linda.
Beijinhos...

Sabrina Davanzo disse...

Eu acho difícil estar só.. mas admiro quem consegue e tenho trabalhado para isso.

Um beijo!